top of page

Produção e consumo na indústria da cerveja: Garrafa ou lata, qual a melhor opção?

Atualizado: 11 de ago. de 2022


É sabido que no meio tanto da produção, quanto do consumo a discussão sobre esse assunto divide opiniões, mas a verdade é que essa dupla possibilidade é analisada não tanto do ponto de vista sensorial, mas sim técnico, por isso, para os amantes da cerveja a escolha é mais por questões de preferências pessoais que por diferenças de sabor, por exemplo.

Pontos relativos à fabricação:

• O processo de envasamento, de retirada de vácuo para melhor conservação do líquido e de fechamento das garrafas é mais simples e logo mais barato, já que a diversidade de maquinário para esse recipiente ainda é maior e seu material é mais barato que o alumínio.

• A pasteurização (procedimento realizado para aumentar a validade do produto) é realizada facilmente em ambos os envases.

• O chamado "gosto metálico" temido por alguns no uso da lata é um mito! Desde que as latas de ferro foram substituídas pelas de alumínio elas contam com uma tecnologia de proteção com película que impede o contato do líquido com o alumínio (com excessão das latas Keg 5L).



• No que diz respeito à conservação, as latas se destacam por sua completa proteção contra a luz (seja esta natural ou artificial). Nas garrafas, por sua transparência, é possível que ocorra um fenômeno chamado "Lightstruck", esse contato da luz com a bebida, que acelera sua oxidação e faz com que esta adquira um cheiro desagradável, podendo assim, tirar a credibilidade do produto, especialmente de novos produtores. Por isso a opção e o interesse de muitos deles em garrafas com cores mais escuras.

• Com relação às garrafas, é possível uma maior ousadia no que diz respeito ao seu design. Ao investir em identidade visual o produtor pode se destacar não apenas pela cerveja em si, mas também pelo aspecto estético do produto.




Para os consumidores...

As latas são mais práticas, exigem menos espaço nas geladeiras, podem ser levadas para ambientes onde não é permitida a entrada de garrafas. Porém, para os consumidores mais tradicionais, as garrafas tem seu valor. As garrafas, por serem um mau condutor de calor, conservam a cerveja gelada por mais tempo, fora dos refrigeradores. Em relação ao sabor, como já dito, a diferença é praticamente imperceptível para leigos no assunto.

Ambos os recipientes são recicláveis e podem gerar renda para quem trabalha com reciclagem e se importa com o nosso planeta.

E então, cervejeiro, vai optar pelo quê?

Se pela garrafa, saiba que nós da Ferreira oferecemos um avançado sistema de Coating, que protege e aumenta a vida útil das garrafas, conservando por mais tempo sua aparência de nova. Saiba mais clicando aqui.

.

32 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page